A Minha Alma

Extraído de: http://ohomemeamente.blogspot.com.br/2011/06/confianca-no-universo.html

Salve a você, você e você também, sem exceção!

Vou ser breve, até porque não me sinto a pessoa mais indicada para falar sobre o tema.

Eu simplesmente gostaria de dizer singelas palavras em uma das datas consideradas de extrema importância, tanto para quem faz parte da Cultura Hip-Hop quanto para quem não faz.

Em uma época de tanta tecnologia, conversas e debates sobre educação, nossos direitos e deveres, sustentabilidade e tudo mais onde nossa mente possa chegar é inacreditável que um país como o nosso, e agora puxando aqui para o meu lado, uma cidade como São Paulo onde circulam e residem diversos povos, ainda passe pelo fator racismo.

Menciono aqui na postagem a cidade de São Paulo apenas pela referência que possuo por ser um ponto acentuado de pessoas de diferentes localidades, o Brasil é imenso e essa diversidade com certeza se estende a outras regiões.

Não quero afirmar o certo ou errado, só expor o meu ponto de vista sobre o assunto, Portugueses de outrora chegaram ao Brasil, Brasil que não possuía esse nome, mas foi assim chamado por ser descoberto, mas não foi descoberto por portugueses pois índios já habitavam o lugar, foram chamados de índios porque Portugueses de outrora procuravam chegar as Índias e acharam que este era o local. Desde o início a história foi dada por erros e por favor me corrija se eu estiver errado pois sou péssimo em história. Por séculos a história continuou sendo escrita e criada errada, além dos habitantes nativos daqui serem escravizados, Portugueses de outrora foram a África, sequestraram reis e os escravizaram também aqui.

Eu não quero apagar a história para que não saibam o que aconteceu, e de forma alguma menosprezo-a. Só penso que, os portugueses eram brancos, assim como eu, e sim, escravizaram negros, assim como os de hoje, assim como meus irmãos e irmãs, o fato é, que da mesma maneira que eu não quero discriminar ninguém por ser de outra cor, eu também não quero ser discriminado por ser branco, no passado, brancos erraram, no presente, brancos erram, no futuro, brancos errarão, assim como negros, amarelos e qualquer outro que se auto-denominar “ser humano”.

Consegue me compreender? Falo de coração aberto e cheio de amor quando digo que minha alma não possuí cor. Não, não sei a cor da minha alma, claro que é pura dedução, em minhas crenças, penso que o universo é tão grande para que nós paremos pra nos matarmos pela cor de nossa cútis. Nós não precisamos, não devemos e não podemos pagar pelos erros do passado, pois somos outros, com outras mentes.

Somos iguais mas diferentes, e por favor, ensinem para seus filhos meus irmãos, ser “diferente”, não é bom nem tão pouco ruim, apenas é DI-FE-REN-TE. (Ponto!).

Nossa cútis não nos faz nada além do que somos, lindos. Negros, Brancos, Amarelos e etc. Somos lindos, somos humanos, amamos e somos amados, simples.

Não sou melhor que você, você não é melhor do que eu, separados somos um, juntos somos todos, somos fortes, somos povo.

Já ouviu Parteum dizer “Deus é todo mundo sorrindo ao mesmo tempo”? Após ouvir sua música, refleti muito nessa frase. Você já pensou como seria todos sorrindo ao mesmo tempo, não, não sou tão sonhador quanto você está pensando agora, sonho apenas o necessário, aprendi a manter meus pés no chão, tenho plena consciência de que para todos sorrirem dependerá única e exclusivamente de nossas ações. Todos temos uma parcela de culpa, sim, assim como de inocência. Penso que a culpa já foi e resta-nos pensar e focar nossa energia na inocência, inocência de nossas crianças que não precisam passar mais por isso. Chega! Tanta atrocidade rolando por aí, pensar na cor de minha pele é pouco quando meu sangue escreve “Paz!” em vermelho na calçada. Por acaso você já viu qual a cor do seu sangue? Vermelho sangue bom, assim como eu, e como os animais. Não somos melhores ou piores, somos criação. E é momento de pararmos com a malcriação.

Hoje é dia da Consciência.

Todos os outros dias do ano, também são dias da Consciência. Mesmo o sistema corrupto e podre não dando-nos um feriado. Somos diferentes, somos consciência. Preto, Branco, Amarelo, Azul, que venha o bendito arco-íris de uma vez. Consciência não tem cor, apenas coração, ame quem você é, e por favor ame quem eu sou.

 

Morgan Freeman Fala sobre o Racismo

Anúncios

2 comentários sobre “A Minha Alma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s