Geração B.Boys e seus Frutos

Salve Salve,  hoje falarei das gerações.

Já ouviu alguém usar o termo “B.Boy”? Ou talvez “Crew”?

Sabe o que significa?

“Ahh, B.Boy significa Break Boy…. Crew significa Grupo, Banca….”.

Meus parabéns, tirou um dez!

 

Fazendo-o pensar um pouco mais no assunto, será que este é o real significado destas palavras??

O que é ser B.Boy realmente? O que significa de coração, fazer parte de uma Crew?

São com estas questões que quero que você transite para o 2012.

Muitos de nós hoje, não sabemos mais sobre o que tem acontecido, os porques e comos, não sabemos mais o que já aconteceu nos tempos de outrora. Esquecemos quem somos ou fomos um dia?! Talvez nos ajudaram a esquecer….

Com todo esse bombardeio da grande massa, nos empurrando o que querem que consumamos, tudo formatado do jeito que bem entendem, produtos, músicas, roupas, comportamentos, religiões, padrão político, etc…
Fica mesmo difícil não nos entregarmos a isso não é?

Mas há quem nos ajude a lembrar de nossos motivos, sou grato por ter pessoas que me lembram disso sempre ao meu redor, e se não estão em presença física com toda certeza estão em coração.

 

Digo tudo isso porque, temos nossa bagagem, nossa história!
Não devemos apagá-la, não temos esse direito. Ela mostra quem somos, mostra o caminho que percorremos. E o que passamos faz com que sejamos as pessoas fortes de hoje.

As pessoas que sabem o valor do não, o valor de recusar qualquer ideia absurda que não será boa para nós. Somos cabeças pensantes certo? Não somos mais um peixe no cardume, fazemos a diferença! Correto?!

Se nesse momento você está pensativo quanto a última pergunta, imagino que esta seja a hora de como já disse Gerson King Combo, de que você: “Assuma a sua Mente Brother!”.

Esse é o momento de parar e refletir, quais caminhos você tem trilhado, e para onde tem andado.

“Mas irmão…. O que tudo isso tem a ver com os B.Boys e as Crews?”.

Muito simples…

Para você que acompanha algumas postagens, as minhas indicações e a sessão de parceiros aqui do Blog, já deve ter lido aí na rede que ser B.Boy “COM TODO RESPEITO” é bem mais do que vestir uma camisa dizendo: “Dance Mais e Fale Menos”….

 

B.Boy significa bem mais, vai bem além de apenas fazer um movimento na Cypher.

O B.Boy é vida, é saber ver a vida com outros olhos. O B.Boy se preocupa com quem é, e com quem está se tornando, o B.Boy faz seu estilo não deixa o estilo o fazê-lo, B.Boy não copia movimento, B.Boy não grita o nome de estrelas enquanto o seu irmão está dançando, B.Boy tem orgulho do seu Tag/Nome não precisa tentar ser outro alguém….

B.Boy se preocupa com a sua área, sua casa, seus irmãos e irmãs, B.Boy não luta com armas, usa a criatividade para derrubar seu adversário, B.Boy não luta batalhas vãs sem sentido, sabe aonde pisa e está preparado para isso!

O B.Boy, usa das palavras sempre! Pois nem tudo pode ser dito com apenas um movimento! Muitos B.Boys tem muito pra falar, não basta apenas dançar por dançar, percebe?  Não dance apenas porque pedem para você dançar, sinta a sua necessidade, valorize-se! Valorize suas raizes, quem somos!

Não precisamos aparecer em todas as mídias, Rádio, TV, Internet, não necessitamos disso. Precisamos saber qual é o nosso papel, entenda que você é parte de algo maior, a Cultura Hip-Hop merece que você saiba disso, pois você a representa hoje e sempre. Você representa um Ser Superior, também representa a sua quebrada, a sua Crew, e por último mas não menos importante, você está representando você mesmo.

Quando você souber disso, aí talvez você poderá fazer um bom uso de tudo o que está a sua volta, de toda a mídia que tenta te comprar, te usar, te vender, e nesse ponto, você não será mais um…. Você estará fazendo uso das ferramentas em prol do bem, em prol de algo que você acredita. Canalise sua energia, converta a situação!

Muitos hoje ainda não sabem o que estão fazendo  e o que é pior…. Nem sequer possuem o interesse em saber, para muitos, basta apenas fazer um movimento, dizer que é de Crew X ou Y e está tudo certo, vídeos no Youtube, já participaram de tais campeonatos, foram para tais lugares…. Enfim, não basta.

É necessário abrir os olhos. Resgatar nossa essencia, mostrar para muitos que existe uma essencia.

Fazer parte de uma Crew não é apenas estar reunido com meia dúzia de caras….

Nunca foi!

“Crew” equivale-se a “Família”, são seus irmãos e irmãs. Pessoas das quais você deverá passar coisas boas, porém, estar ali também nas situações adversas. São geralmente pessoas do seu convívio, pessoas que estão com você para o que for. As crews em outros tempos eram pessoas do mesmo bairro, que sempre andavam juntos. Você deve valorizar sua Crew assim como o faz com sua família. Não basta apenas dançarem juntos.

Hoje temos pessoas que se unem apenas para ganhar um campeonato, não vou dizer aqui o que é certo ou errado, não me sinto dono da razão e nem quero ser, só lhe peço para que pense nisso.

 

Onde estão os valores que fizeram quem somos, e que comporam  tudo o que hoje conhecemos como Cultura Hip-Hop?

A você praticante, a você que não começou hoje, lembre-se, temos um papel importante, o de manter a chama acesa independente da tempestade. Ainda somos um espelho, devemos mostrar para a molecada que ainda devemos ter o mesmo amor e respeito de outrora, isso é incondicional. Fortaleça a pesquisa, fomente o raciocínio, só teremo a ganhar com tudo isso.

Os B.Boys não são aqueles rebeldes “Sem causa” como muitos pensavam (e alguns ainda pensam), são homens e mulheres conscientes, entendem de diversas questões importantes para a sociedade, exercem a cidadania, exigem os seus direitos, e não importa o quanto o mundo possa estar errado, o B.Boy acredita em si, e continua firme em seus ideais.

Alguns podem achar isso até engraçado, ou anormal. Mas devemos acreditar na transformação do homem, pois nós artistas, somos agentes transformadores…

Então para você que já vem de antes, ou para você que está começando agora. Seja bem vindo!

Que a partir de agora, além de passos, movimentos e teoria, você possa praticar os sentimentos que sempre devem estar presentes em seu coração. Lembre-se sempre dos significados, quem você é (B.Boy), e quem está com você (Sua Crew).

Faça o bem. Pratique a Paz, o Amor, a União e a Diversão.

 

Eu quis começar a postagem dessa forma, para falar de pessoas que passaram pela minha vida, que encaravam a Dança desta maneira. São pessoas muito importantes para mim, e que acrescentaram muito para que eu exergasse as coisas por esse ângulo.

E é por isso que nunca me arrependi de junto de um amigo, andar por horas até chegar em um lugar de Osasco – SP – Chamado “Parque Chico Mendes” na Bussocaba City,  e tenho orgulho de dizer “CITY” para os íntimos.

Era realmente um lugar mágico, com pessoas especiais que sabiam os valores de ser um B.Boy/B.Girl. Eu não tenho como falar destes sentimentos sem citar este lugar que por muito tempo fez parte da minha história. As pessoas que conheci lá nunca se apagarão da minha memória, e espero que quem tenha vivido estas emoções também possa se lembrar de cada um…

 

Irmãos como: Jhou, Valter, Chaka, Anderson e André (Tupinikingz), Zóio Freak, Ale Freak, Majinboo, Eduardo, B.Boy Bruce (Dragões Breakers Crew), B.Boy Deimison (R.I.P.), Jessé, André Fugencio, Sandro Lee, Luis Popper, Jhonny KW, Sidney, enfim, são inúmeros os nomes, são parte da história daquele lugar que foi um dos points de Osasco para quem quisesse praticar a Dança e aprender com quem viveu grandes momentos.

A City tinha uma energia, que não importava o quão cansado ou desgastado pela semana você chegasse lá, você tinha vontade de sair apenas no outro dia. A vontade de fazer mais, de ser uma pessoa melhor, incentivado pelos irmãos ao seu lado, para sempre executar os passos da melhor forma, isso era Arte pura, era Coração e Alma harmonizados com as batidas de um belo Boom Box!

Por mais que cada um ali reunido fosse de uma parte diferente da cidade, ali naqueles dias de fim de semana, treinava uma grande família. Uma verdadeira Crew, independente da bandeira e de suas cores.

 

Sou eternamente grato por ter feito parte desta história chamada Cultura Hip-Hop em Osasco. E espero que embora os locais e as pessoas também não sejam as mesmas, que isso não morra em minha geração que quase não pôde desfrutar disso tudo, que nós possamos nos reorganizar e fortalecer aquilo que nos fez fortes. Uma Cultura chamada Hip-Hop…

Esta é minha singela homenagem a minha família de rua, minha Crew de consideração, que todos vocês aqui ou em outro plano estejam iluminados por Jah.

Para você que ainda se lembra de mais fatos, mais pessoas e Crews que passaram por esses e outros lugares, sinta-se a vontade para citá-los nos comentários, sempre é importante lembrarmos da nossa história, faça parte!

Anúncios

2 comentários sobre “Geração B.Boys e seus Frutos

    1. Bruce eu recebi a notícia agora a pouco…

      Obrigado por avisar-nos.

      Hoje, perdemos um grande irmão. Que ele esteja em paz na glória do bom Criador. R.I.P.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s